topo
Moradores denunciam descarte irregular de resíduos sólidos no Rio Peritoró, no MA
De acordo com os moradores da área, o crime ambiental teria sido cometido pela empresa Vitória Ambiental, que atua na área de tratamento de resíduos sólidos, e por venenos jogados por proprietários de uma fazenda.
Por Werbete | 16/05/2024 - 19h23
Compartilhar no Whatsap

Moradores do município de Peritoró, a 230 km de São Luís, denunciam um suposto derramamento irregular de resíduos sólidos e veneno no Rio Peritoró, que teria levado a poluição e matado os seres marinhos que vivem no rio. O crime ambiental teria sido cometido por uma fazenda e uma empresa que atua na região.

Ao g1, moradores que, preferem não ser identificados, contaram que empresa de engenharia Vitória Ambiental, que atua na área de tratamento de resíduos sólidos e efluentes industriais, estaria descartando irregularmente estes resíduos no rio.

Os sinais de poluição começaram a ser percebidos na terça-feira (14), após moradores se depararem com uma grande quantidade de peixes mortos na beira do rio. O local serve como fonte de renda para algumas pessoas do território.

 

“Algo muito horrível, a matança de peixes foi tamanha. Isso é algo nunca visto nos meus quase 59 anos. Minha mãe é pescadora artesanal e pesca muito nesse rio”, disse um dos moradores que denunciam a poluição dos rios.

 

Eles contam que a contaminação das águas tem sido causada pela grande quantidade de venenos que proprietários de uma fazenda têm jogado, por meio de drones, para matar palmeiras e evitar a procriação das plantas.

Além da morte dos peixes, os moradores relatam que a contaminação das águas também foi a causadora de mortificação geral dos canteiros de plantação de alimentos para subsistências, o que representou grande perda para a população local que depende desse meio de produção.

 

“Matou canteiro com cebola, coentro e tá distante do rio, mas foi afetado. Na comunidade Vila Simão, perto de onde os peixes foram encontrados mortos, teve plantio de feijão que foi morto, a plantação de algumas pessoas que plantam na beira do rio foi morta” , disse outro morador.

Procuradas pelo g1, a empresa Vitória Ambiental e a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA) não se pronunciaram sobre as acusações de descarte irregular de resíduos sólidos no Rio Peritoró nem sobre as medidas que deverão ser tomadas para sanar este problema até o fechamento desta reportagem.

Fonte: G1