topo
Sobe para 151 o número de mortos em decorrência das chuvas e enchentes no Rio Grande do Sul Sobe para 151 o número de mortos em decorrência das chuvas e enchentes no Rio Grande do Sul
Registro de desaparecidos recuou para 104; temporais já afetaram mais de 2,2 milhões de gaúchos em 458 municípios, o que equivale a 92% de todo o Estado
Por Werbete | 16/05/2024 - 19h45
Compartilhar no Whatsap

Após um período de estabilidade nos últimos boletins, o número de mortos por enchentes no Rio Grande do Sul voltou a subir nesta quinta-feira, chegando a 151, de acordo com informações divulgadas pela Defesa Civil do estado. Por outro lado, o registro de desaparecidos recuou para 104. As chuvas que atingem o Estado há mais de duas semanas já afetaram mais de 2,2 milhões de gaúchos. Desde o início das enchentes, 458 municípios gaúchos foram afetados, o que equivale a 92% de todo o Estado. Nessas localidades, mais de 77 mil pessoas estão abrigadas e mais de 538 mil foram desalojadas devido às chuvas. O governo estadual divulgou um balanço que aponta mais de 236 mil pontos sem acesso à energia elétrica em todo território gaúcho. Além disso, 129 mil clientes da Corsan estão sem abastecimento de água.

Na manhã desta quinta-feira, o Rio Grande do Sul registrou 90 trechos com bloqueios totais e outros 50 com bloqueios parciais, afetando rodovias, pontes e balsas, principalmente na região central. O Aeroporto Salgado Filho segue com as atividades interditadas por tempo indeterminado, enquanto alguns aeroportos estaduais e municipais operam normalmente. No caso dos portos gaúchos, o de Porto Alegre mantém as operações suspensas devido ao nível do Rio Guaíba, enquanto o Porto de Pelotas tem o embarque de toras de madeira suspenso e o Porto do Rio Grande opera normalmente.

Fonte: Jovem Pan