topo
Casal de foragidos da Justiça é preso por tráfico de drogas próximo a uma escola na zona rural de SL Casal de foragidos da Justiça é preso por tráfico de drogas próximo a uma escola na zona rural de SL
Os dois suspeitos já têm passagem pela polícia por vários crimes, sendo que o homem havia sido beneficiado com a saída temporário do Dia dos Pais em 2021 e não voltou ao presídio.
Por Werbete | 14/06/2024 - 18h25
Compartilhar no Whatsap

Um casal de foragidos da Justiça foi preso, na manhã desta sexta-feira (14), na zona rural de São Luís, pelo crime de tráfico de drogas. Os dois suspeitos já têm passagem pela polícia por vários crimes, sendo que o homem havia sido beneficiado com a saída temporário do Dia dos Pais em 2021 e não voltou ao presídio.

O casal, uma mulher de 30 anos e um homem de 40, foram presos em uma casa, próximo de uma escola, durante uma operação do Departamento de Combate ao Crime Organizado (DCCO), da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC), com apoio do 12º Distrito Policial do Maracanã. A ação policial foi realizada nos bairros Vila Samara e Coqueiro, com o objetivo de combater ações criminosas na região.

Durante a operação, a força-tarefa foi informada de que havia um casal residente na localidade, atuando fortemente no tráfico de drogas, além de serem foragidos da Justiça.

Quando a as equipes de policiais civis foram ao endereço verificar denúncias, o casal, ao perceber a presença dos agentes de segurança, tentou fugir levando drogas e munições, mas a dupla foi contida e presa.

O casal portava 12 munições intactas (calibres .38, .40 e .20), bem com 204 trouxas de maconha e 239 pinos de cocaína, todos prontos para a venda. Na residência do casal também foi encontrada uma muda de maconha.

Diante disso, o casal foi preso em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e porte ilegal de munições. O DCCO destacou que o crime era praticado próximo de uma escola, o que causa o aumento de pena no delito de tráfico.

Após cumprimento dos mandados de prisão e lavratura de auto de prisão em flagrante, os presos foram encaminhados ao sistema penitenciário, onde permanecerão à disposição da Justiça.

 

Ficha criminal

 

A polícia identificou que a mulher já respondia pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico e contra ela havia um mandado de prisão preventiva, expedido pelo Comarca de Coroatá, por tráfico de drogas.

Já o homem reponde por roubo, tráfico de drogas, posse ilegal de arma de fogo e receptação e contra ele, também, havia um mandado de prisão, expedido pela 1ª Vara das Execuções Penais de São Luís, por ele não ter retornado ao presídio após o benefício de saída temporário do Dia dos Pais no ano de 2021

Fonte: G1